Esta tradução está incompleta. Por favor, ajude a traduzir este artigo.

Todas as linguagens de programação têm sua própria estrutura de dados embutida, mas essa estrutura frequentemente difere uma da outra. Este artigo tenta listar os tipos de dados disponíveis na linguagem JavaScript e que propriedades eles têm. Quando possível comparações com outras linguagens serão apresentadas.

Tipagem Dinâmica

JavaScript é uma linguagem de tipagem dinâmica . Isso significa que você não necessita declarar o tipo de uma variável antes de sua atribuição. O tipo será automaticamente determinado quando o programa for processado. Isso também significa que você pode reatribuir uma mesma variável com um tipo diferente:

var foo = 42;    // foo é um Number agora
var foo = "bar"; // foo é um String agora
var foo = true;  // foo é um Boolean agora

Tipos de Dados

A última versão ECMAScript define sete tipos de dados:

Valores Primitivos

Todos os tipos, com a exceção de objetos, definem valores imutáveis (valores que são incapazes de mudar). Por exemplo e diferentemente da linguagem C, Strings são imutáveis. Nós nos referimos a valores desse tipo como "valores primitivos".

Tipo "Boolean"

Boolean representa uma entidade lógica e pode ter dois valores: verdadeiro(true) ou falso(false).

Tipo "Null"

O tipo Null tem exatamente um valor: null(nulo). Veja null e Null para mais detalhes.

Tipo "Undefined"

Uma variável que não foi atribuída a um valor tem o valor undefined(indefinido). Veja undefined e Undefined para mais detalhes.

Tipo "Number"

De acordo com os padrões ECMAScript, existe somente um tipo numérico. O double-precision 64-bit binary format IEEE 754 value (número entre -(253 -1) e 253 -1). Não existe um tipo específico para inteiros. Além de poderem representar números de ponto-flutuante, o tipo number possui três valores simbólicos: +Infinity, -Infinity, e NaN (não numérico).

Para verificar o maior ou o menor valor disponível dentro de +/-Infinity, você pode usar as constantes Number.MAX_VALUE ou Number.MIN_VALUE, e a partir do ECMAScript 6, você também consegue verificar se um número está dentro da região de um ponto flututante do tipo double-precision, usando Number.isSafeInteger(), como também Number.MAX_SAFE_INTEGER, e Number.MIN_SAFE_INTEGER. Fora dessa região, números inteiros em JavaScript não são mais precisos e serão uma aproximação de um número de ponto flutuante do tipo double-precision.

O tipo number possui apenas um inteiro que tem duas representações: 0 é representado como -0 e +0. ("0" é um pseudônimo para +0). Na prática, isso não gera grandes impactos. Por exemplo +0 === -0  resulta em true. Entretanto, você pode notar a diferença quando realiza uma divisão por 0:

> 42 / +0
Infinity
> 42 / -0
-Infinity

Apesar de um número frequentemente representar somente seu valor, JavaScript fornece alguns operadores binários. Estes podem ser usados para representar muitos valores booleanos dentro de um único número usando bit masking. Entretanto, isto é usualmente considerado uma má prática, desde que JavaScript oferece outros meios para representar uma configuração de booleanos ( como uma array de booleanos ou um objeto com valores booleanos assinalados em propriedades). Bit masking também tende a fazer o código mais difícil de ler, entender e de realizar manutenção. Isto pode ser necessário em um ambiente bastante limitado, como quando tentamos lidar com limitação de armazenamento ou armazenamento local ou em casos extremos quando cada bit na rede conta. Esta técnica somente deveria ser considerada quando é a última medida possível para otimizar o tamanho.

Tipo "String"

O tipo String em JavaScript é usado para representar dados textuais. Isto é um conjunto de "elementos" de valores de 16-bits unsigned integer. Cada elemento na string ocupa uma posição na string. O primeiro elemento está no índice 0, o próximo no índice 1, e assim por diante. O comprimento de uma string é o número de elementos nela.

Diferente de linguagens como C, strings em JavaScript são imutáveis. Isto significa que: uma vez criada a string, não é possível modificá-la. Entretanto, ainda é possível criar outra string baseada em um operador na string original. Por exemplo:

  • Uma substring da original a partir de letras individuais ou usando String.substr().
  • Uma concatenação de duas strings usando o operador (+) ou String.concat().

Cuidado com "stringly-typing"(digitação) no seu código!

Pode ser tentador utilizar strings para representar dados complexos. Fazer isso traz os seguintes benefícios de curto prazo: 

  • É facil construir strings complexas com concatenação.
  • Strings são fáceis para debug (o que você vê escrito é o que está na string).
  • Strings são o denominador comum entre várias APIs (input fields, local storage values, XMLHttpRequest responses when using responseText, etc.) e pode ser tentador trabalhar apenas com strings.

Com convenções, é possível representar qualquer estrutura de dados com uma string. Ainda assim, isso não faz a prática ser uma boa ideia. Por exemplo, pode-se emular uma lista utilizando separadores (um JavaScript array seria mais adequado). Infelizmente, se o separador faz parte de um dos elementos da "lista", então, a lista é quebrada. Um caractere de escape pode ser utilizado,etc. Tudo isso requer convenções e cria uma carga de manuntenção desnecessária.

Use strings para dados textuais. Quando representar dados complexos, analise as strings e utilize abstrações apropriadas.

Symbol type

Symbols são novos no JavaScript ECMAScript edição 6. Um Symbol é um valor primitivo único e imutável e pode ser usado como chave de uma propriedade de Object (ver abaixo). em algumas linguagens de programação, Symbols são chamados de atoms(átomos). Você também pode compará-los à enumerações nomeadas(enum) em C. Para mais detalhes veja Symbol e o Symbol object wrapper em JavaScript.

Objetos

Na ciência da computação, um objeto é um valor na memória que pode ser possivelmente referenciado por um identifier.

Propriedades

No JavaScript, obejtos podem ser vistos como uma coleção de propriedades. Com o object literal syntax, um comjunto limitado de propriedades podem ser inicializados; a partir daí propriedades e podem ser adicionadas e removidas. Estas propriedades podem assumir valores de qualquer tipo, incluindo outros objetos, o que permite construir estruturas de dados mais complexas. Propriedades são identificadas usando valores chave. Um valor chave pode ser uma String ou um valor Symbol.

Existem dois tipos de propriedades de objetos que contém certos atributos: a propriedade de dados e a propriedade de acesso.

Propriedade de Dados

Associa uma chave com um valor e tem os seguintes atributos:

Attributes of a data property
Atributo Tipo Descrição Valor default
[[Value]] Qualquer tipo JavaScript Valor retornado por uma chamada get da propriedade. Indefinido
[[Writable]] Booleano Se falso, o[[Value]] da propriedade não pode ser alterado. falso
[[Enumerable]] Booleano Se true, a propriedade será enumerda em for...in loops. falso
[[Configurable]] Booleano Se falso, a propriedade não pode ser deletada e atributos além de [[Value]] e [[Writable]] não podem ser alterados. falso

Propriedade de acesso

Associa uma chave com uma ou duas funções de acesso (get e set) para retornar ou armazenar um valor e tem os seguintes atributos:

Atributos de uma propriedade de acesso
Atributo Tipo Descrição Valor default
[[Get]] Função objeto ou indefinido A função é chamada com uma lista de argumentos vazia e retorna o valor da propriedade sempre que é realizado um acesso get ao valor. Veja também: get. Indefinido
[[Set]] Função objeto ou indefinido A função é chamada com um argumento o valor designado e é executada sempre que houver uma tentativa de alteração de uma propriedade específica. Veja também: set. Indefinido
[[Enumerable]] Booleano Se true, a propriedade será enumerdada em for...in loops. falso
[[Configurable]] Boolean Se falso, a propriedade não pode ser deletada e não pode ser alterada para uma propriedade de dados. falso

Funções e objetos "normais"

Um objeto do JavaScript é um mapeamento entre chaves e valores. Chaves são Strings e valores podem ser de qualquer tipo. Isso faz com que objetos sejam perfeitos para hashmaps.

Funções são objetos comuns com a capacidade adicional de sereme chamadas.

Datas

Quando reprensentando datas, a melhor escolha é utilizar o Date utility já construído internamente no JavaScript.

Coleções indexadas: Arrays e Arrays tipados

Arrays são objetos comuns nos quais existe uma relação particular entre propriedades de chaveamento inteiro e a propriedade 'length'. Além disso, arrays herdam de Array.prototype que nos dá vários metodos úteis para manipulação de arrays. Por exemplo, indexOf (procura um valor no array) ou push (adiciona um valor no array), etc. Isso faz com que os Arrays sejam candidatos perfeitos para representação de listas e conjuntos.

Typed Arrays (arrays tipados) são novos no JavaScript com ECMAScript Edition 6 e apresenta uma visão básica similar a de um array para um data buffer binário. A tabela a seguir mostra o equivalente aos tipos de dados em C:

TypedArray objects

Type Value Range Size in bytes Description Web IDL type Equivalent C type
Int8Array -128 to 127 1 8-bit two's complement signed integer byte int8_t
Uint8Array 0 to 255 1 8-bit unsigned integer octet uint8_t
Uint8ClampedArray 0 to 255 1 8-bit unsigned integer (clamped) octet uint8_t
Int16Array -32768 to 32767 2 16-bit two's complement signed integer short int16_t
Uint16Array 0 to 65535 2 16-bit unsigned integer unsigned short uint16_t
Int32Array -2147483648 to 2147483647 4 32-bit two's complement signed integer long int32_t
Uint32Array 0 to 4294967295 4 32-bit unsigned integer unsigned long uint32_t
Float32Array 1.2x10-38 to 3.4x1038 4 32-bit IEEE floating point number ( 7 significant digits e.g. 1.1234567) unrestricted float float
Float64Array 5.0x10-324 to 1.8x10308 8 64-bit IEEE floating point number (16 significant digits e.g. 1.123...15) unrestricted double double

Coleções chaveadas: Maps, Sets, WeakMaps, WeakSets

Estas estruturas de dados pegam referências de objetos como chaves e foram introduzidas no ECMAScript Edition 6. SetWeakSet representa um conjunto de objetos, enquanto Map e WeakMap associa um valor a um objeto. A diferença entre Maps e WeakMaps é que no primeiro, as chaves dos objetos podem ser enumeradas. Isso permite otimização de garbage collection no segundo.

Pode-se implementar Maps e Sets no ECMAScript 5 puro. Porém, como objetos não podem ser comparados (no sentido de "menor que", por exemplo), o desempenho de pesquisa seria  necessariamente linear. Implementações nativas deles (incluindo WeakMaps) podem ter uma performance de pesquisa logarítmica em relação ao tempo constante.

Geralmente, para vincular dados a um nó DOM, pode-se setar propriedades diretamente no objeto ou usar atributos data-*. Isso tem a desvantagem de os dados estarem disponíveis para qualquer script em execução no mesmo contexto. Maps e WeakMaps facilitam vincular dados privadamente a um objeto.

Dados estruturados: JSON

JSON (JavaScript Object Notation) is a lightweight data-interchange format, derived from JavaScript but used by many programming languages. JSON builds universal data structures. See JSON and JSON for more details.

Mais objetos na biblioteca  padrão

Javascript possui uma biblioteca padrão com objetos pré-construidos.Por favor olhe a referência para descobrir mais sobre objetos.

Determinando  tipos usando o operador typeof

O operador typeof pode lhe ajudar a encontrar o tipo de sua variavel. Por favor, leia a página de referência para mais detalhes e casos de uso.

Especificações

Specification Status Comment
ECMAScript 1st Edition. Standard Initial definition.
ECMAScript 5.1 (ECMA-262)
The definition of 'Types' in that specification.
Padrão  

ECMAScript 2015 (6th Edition, ECMA-262)
The definition of 'ECMAScript Data Types and Values' in that specification.

Padrão  
ECMAScript Latest Draft (ECMA-262)
The definition of 'ECMAScript Data Types and Values' in that specification.

 
Rascunho
 

Veja também

Etiquetas do documento e colaboradores

Etiquetas: 
Última atualização por: gabrielbarros28,