PUT

O método de requisição HTTP PUT cria um novo recurso ou subsititui uma representação do recurso de destino com os novos dados.

A diferença entre PUT e POST é que PUT é idempotente: chamá-lo uma ou várias vezes sucessivamente terá o mesmo efeito (não é um efeito colateral), enquanto usar POST repetidamente pode ter efeitos adicionais, como passar uma ordem várias vezes.

A requisição tem corpo Sim
Resposta bem sucedida tem corpo Não
Safe Não
Idempotent Sim
Cacheable (en-US) Não
Permitido em formulários HTML Não

Sintaxe

PUT /new.html HTTP/1.1

Exemplo

Solicitação

PUT /new.html HTTP/1.1
Host: example.com
Content-type: text/html
Content-length: 16

<p>New File</p>

Resposta

Se o recurso de destino não tem uma representação atual e a requisição PUT foi criada com sucesso, então o servidor original deve informar o agente de usuário enviando uma resposta 201 (Created).

HTTP/1.1 201 Created
Content-Location: /new.html

Se o recurso de destino tem uma representação atual e essa representação é modificada com sucesso de acordo com o estado de representação em anexo, então o servidor original deve enviar também uma resposta 200 (OK) or a 204 (No Content) para indicar a conclusão da requisição.

HTTP/1.1 204 No Content
Content-Location: /existing.html

Especificações

Specification Title
RFC 7231, sessão 4.3.4: PUT Hypertext Transfer Protocol (HTTP/1.1): Semântica e conteúdo.

Compatibilidade entre navegadores

BCD tables only load in the browser

Veja também