mozilla
Os seus resultados da pesquisa

    Element.addEventListener()

    addEventListener() registra uma única espera de evento em um único alvo. O alvo do evento pode ser um único elemento em um documento, o documento em si, uma janela, ou um XMLHttpRequest.

    Para registrar mais de uma espera de evento como alvo, chame addEventListener() para o mesmo alvo mas com diferentes tipos de evento ou captura de parâmetros.

    Sintaxe

    alvo.addEventListener(tipo, escuta[, usarCaptura]);
    alvo.addEventListener(tipo, escuta[, usarCaptura, seQuerNaoConfiavel  ]); // Gecko/Mozilla only
    tipo
    Uma linha de texto que representa o tipo de evento a ser esperado.
    escuta
    O objeto que recebe uma notificação quando um evento do tipo especificado ocorre. Esse objeto precisa implementar a interface do EventListener, ou simplesmente executar uma função JavaScript.
    usarCaptura Optional
    Se true, usarCaptura indica que o usuário deseja iniciar uma captura. Depois de iniciada a captura, todos os eventos do tipo especificado serão enviados à escuta registrada antes de serem enviados à qualquer EventTarget abaixo dela na hierarquia de DOMs. Eventos que borbulharem para cima na hierarquia não acionarão a escuta designada  a usar a captura. Veja Eventos DOM Nível 3 para uma explicação detalhada. Perceba que esse parâmetro não é opcional em todos os navegadores. Se não for especificado, usarCaptura é false.
    seQuerNaoConfiavel
    Se true, o evento pode ser acionado por conteúdo não-confiável. Veja Interação entre páginas com e sem privilégios.
    Nota: usarCaptura tornou-se opcional somente nas versões mais recentes dos principais navegadores; não era opcional antes do Firefox 6, por exemplo. Você deve especificar esse parâmetro para obter uma maior compatibilidade.



     
     

    Exemplo

    <!DOCTYPE html>
    <html>
    <head>
    <title>Exemplo de Evento DOM</title>
    
    <style>
    #t { border: 1px solid red }
    #t1 { background-color: pink; }
    </style>
    
    <script>
    // Função para mudar o conteúdo de t2
    function modifyText() {
      var t2 = document.getElementById("t2");
      t2.firstChild.nodeValue = "three";    
    }
     
    // Função para adicionar uma espera de evento em t
    function load() { 
      var el = document.getElementById("t"); 
      el.addEventListener("click", modifyText, false); 
    } 
    
    document.addEventListener("DOMContentLoaded", load, false);
    </script>
    
    </head>
    <body>
    
    <table id="t"> 
       <tr><td id="t1">one</td></tr>
       <tr><td id="t2">two</td></tr>
    </table>
    
    </body> 
    </html> 
    

    View on JSFiddle

    No exemplo acima, modifyText() é uma escuta para eventos de click registrados usando addEventListener(). Um clique em qualquer lugar da tabela irá borbulhar para cima até o manipulador e executar modifyText().

    Se você deseja passar parâmetros para a função de escuta, você deve usar uma função anônima.

    <!DOCTYPE html>
    <html>
    <head>
    <title>Exemplo de Evento DOM</title>
    
    <style>
    #t { border: 1px solid red }
    #t1 { background-color: pink; }
    </style>
    
    <script>
    
    // Função para mudar o conteúdo de t2
    function modifyText(new_text) {
      var t2 = document.getElementById("t2");
      t2.firstChild.nodeValue = new_text;    
    }
     
    // Função para adicionar uma espera de evento em t
    function load() { 
      var el = document.getElementById("t"); 
      el.addEventListener("click", function(){modifyText("four")}, false); 
    } 
    </script>
    
    </head>
    <body onload="load();">
    
    <table id="t">
      <tr><td id="t1">one</td></tr>
      <tr><td id="t2">two</td></tr>
    </table>
    
    </body>
    </html>
    

    Notas

    Por que usar addEventListener?

    addEventListener é a maneira de registrar uma espera de evento como especificada no W3C DOM. Seus benefícios são os seguintes:

    • Permite mais de um manipulador por evento. Isso é particularmente útil em bibliotecas DHTML ou em extensões Mozilla que precisam trabalhar bem mesmo com outras bibliotecas/extensões sendo usadas.
    • Te dá um pente-fino do estágio em que a espera de evento é ativada (captura ou borbulha).
    • Funciona em qualquer elemento DOM, não só para elementos HTML.

    Existe outra alternativa, uma maneira ultrapassada de registrar esperas de evento.

    Adicionando uma espera de evento durante um disparo de evento

    Se um EventListener for somado a um EventTarget enquanto está processando um evento, ele não será ativado pelas ações atuais, mas poderá ser ativado em um período posterior no fluxo de eventos, como na fase de borbulha.

    Múltiplas esperas de evento idênticas

    Se múltiplas esperas de evento idênticas forem registradas no mesmo EventTarget com os mesmos parâmetros, as versões duplicadas serão descartadas. Elas não fazem o EventListener ser disparado mais de uma vez, e, como as duplicatas são descartadas, elas não precisam ser removidas manualmente com o método removeEventListener.

    O valor de this no manipulador

    É preferível referenciar o elemento do qual a espera de evento foi disparada, como quando é usado um manipulador genérico para uma série de elementos similares. Quando anexar uma função usando addEventListener(), o valor de this é mudado — perceba que o valor de this é passado para uma função a partir do disparador.

    Nos exemplos acima, o valor de this em modifyText(), quando disparado pelo evento de clique, é uma referência à tabela 't'. Isso é um contraste do comportamento que acontece se o manipulador é adicionado ao HTML fonte:

    <table id="t" onclick="modifyText();">
      . . .

    O valor de this em modifyText(), quando disparado pelo evento de clique no HTML, será uma referência ao objeto global (no caso, a janela).

    Nota: JavaScript 1.8.5 introduz o método Function.prototype.bind(), que permite especificar o valor que deve ser usado como this para todas as chamadas à uma determinada função. Isso evita problemas quando não é claro o que this será, dependendo do contexto do qual a sua função for chamada. Perceba, entretanto, que é preciso manter uma referência da escuta à mão, para que depois você possa removê-la.

    Este é um exemplo com e sem bind:

    var Algo = function(elemento)
    {
      this.nome = 'Algo bom';
      this.onclick1 = function(evento) {
        console.log(this.nome); // indefinido, porque this é a função de escuta do clique
      };
      this.onclick2 = function(evento) {
        console.log(this.nome); // 'Algo bom', porque this está como objeto Algo através do bind
      };
      element.addEventListener('click', this.onclick1, false);
      element.addEventListener('click', this.onclick2.bind(this), false); // Truque de bind
    }
    

    Outra solução é usar uma função especial chamada handleEvent para capturar quaisquer eventos:

    var Algo = function(elemento)
    {
      this.nome = 'Algo bom';
      this.handleEvent = function(evento) {
        console.log(this.nome); // 'Algo bom', porque this é o objeto Algo
        switch(evento.type) {
          case 'click':
            // some code here...
            break;
          case 'dblclick':
            // some code here...
            break;
        }
      };
      element.addEventListener('click', this, false); // Não this.handleEvent, só this
      element.addEventListener('dblclick', this, false); // Não this.handleEvent, só this
    }
    

    Internet Explorer antigos e attachEvent

    Em versões do Internet Explorer anteriores ao IE9, você precisa usar attachEvent em vez do padrão addEventListener. Para dar suporte ao IE, o exemplo acima pode ser modificado para:

    if (el.addEventListener) {
      el.addEventListener('click', modifyText, false); 
    } else if (el.attachEvent)  {
      el.attachEvent('onclick', modifyText);
    }
    

    Existe um porém com attachEvent: o valor de this será a referência ao objeto window em vez do elemento do qual foi disparado.

    Uma maneira ultrapassada de registrar esperas de evento

    addEventListener() foi introduzido com as especificações de Eventos DOM 2. Antes disso, esperas de evento eram registradas assim:

    // Passe uma função de referência — não adicione '()' depois dela, o que chamaria a função!
    el.onclick = modifyText;
    
    // Usando uma expressão de função
    element.onclick = function() {
        // ... lógica da função ...
    };
    

    Esse método substitui as esperar de evento de click no elemento, se houve alguma. Igualmente para outros outros eventos e manipuladores de evento associados, como blur (onblur), keypress (onkeypress), e assim por diante.

    Porque era essencialmente uma parte do DOM 0, esse método era largamente suportado e não necessitava de códigos entre-navegadores especiais; logo é normalmente usado para registrar esperas de evento dinâmicamente, a menos que atributos extras do addEventListener() sejam necessários.

    Problemas de memória

    var i;
    var els = document.getElementsByTagName('*');
    
    // Caso 1
    for(i=0 ; i<els.length ; i++){
      els[i].addEventListener("click", function(e){/*fazer algo*/}, false});
    }
    
    // Caso 2
    function processarEvento(e){
      /*fazer algo*/
    }
    
    for(i=0 ; i<els.length ; i++){
      els[i].addEventListener("click", processarEvento, false});
    }
    
    

    No primeiro caso, uma nova função (anônima) é criada em cada turno do loop. No segundo caso, a mesma função previamente declarada é usada como um manipulador de evento. Isso resulta em um consumo menor de memória. Além do mais, no primeiro caso, já que nenhuma referência à função anônima é mantida, não é possível chamar element.removeEventListener porque não há uma referência ao manipulador, enquanto no segundo caso é possível fazer myElement.removeEventListener("click", processEvent, false).

    Compatiblidade de navegadores

    Característica Chrome Firefox (Gecko) Internet Explorer Opera Safari (WebKit)
    Suporte básico 1.0 1.0 (1.7 or earlier) 9.0 7 1.0
    usarCaptura é opcional 1.0 6.0 9.0 11.60 (Yes)
    Característica Android Firefox Mobile (Gecko) IE Mobile Opera Mobile Safari Mobile
    Suporte básico 1.0 1.0 (1.0) 9.0 6.0 1.0

    Notas Gecko

    • Antes do Firefox 6, o navegador daria um erro se o parâmetro usarCaptura não fosse especificado false. Antes do Gecko 9.0 (Firefox 9.0 / Thunderbird 9.0 / SeaMonkey 2.6), addEventListener() daria um erro se o parâmetro escuta fosse null; agora o método retorna sem erros, mas também sem fazer nada.

    Notas Webkit

    • Apesar do WebKit ter explicitamente adicionado [optional] ao parâmetro usarCaptura como recentemente anunciado em Junho de 2011, já funcionava antes do anúncio da mudança. Ela foi anunciada no Safari 5.1 e no Chrome 13.

    Veja também

    Especificação

    Etiquetas do documento e colaboradores

    Contribuíram para esta página: teoli, guipremonsa
    Última atualização por: teoli,
    Esconder painel