Access-Control-Allow-Headers

O cabeçalho de resposta Access-Control-Allow-Headers é usado na resposta à uma preflight request na qual incluí o cabeçalho  Access-Control-Request-Headers para indicar quais cabeçalhos HTTP podem ser utilizados durante a requisição efetiva.

Este cabeçalho é obrigatório se a requisição tem um cabeçalho Access-Control-Request-Headers.

Tipo de cabeçalho Response header (en-US)
Forbidden header name não

Sintaxe

Access-Control-Allow-Headers: <nome-do-cabeçalho>[, <nome-do-cabeçalho>]*
Access-Control-Allow-Headers: *

Diretivas

<nome-do-cabeçalho>
O nome de um cabeçalho suportado. O cabeçalho pode listar qualquer quantidade de cabeçalhos, desde que sejam separados por vírgula.
* (coringa)
O valor "*" só conta como um valor coringa para requisições sem credenciais (requisições sem cookies HTTP ou informação de autenticação HTTP). Em requisições com credenciais, isso é tratado como o nome de cabeçalho literal "*" sem qualquer semântica especial. Note que o cabeçalho Authorization não pode utilizar um coringa e sempre precisa ser listado explicitamente.

Os cabeçalhos CORS-safelisted request headers (en-US), Accept, Accept-Language, Content-Language, Content-Type são sempre permitidos e não precisam ser listados por este cabeçalho necessariamente. Entretanto, note que restrições adicionais são aplicadas com estes cabeçalhos envolvidos por listar estes cabeçalhos no cabeçalho Access-Control-Allow-Headers também.

Exemplos

Um cabeçalho customizado

Aqui está um exemplos de como um cabeçalho Access-Control-Allow-Headers pode se parecer. Isso indica que em adição aos CORS-safelisted request headers, um cabeçalho customizado chamado X-Custom-Header é suportado por requisições CORS pelo servidor.

Access-Control-Allow-Headers: X-Custom-Header

Múltiplos cabeçalhos

Este exemplo mostra o cabeçalho Access-Control-Allow-Headers quando é especificado para suportar diversos cabeçalhos.

Access-Control-Allow-Headers: X-Custom-Header, Upgrade-Insecure-Requests

Burlando restrições adicionais

Apesar de que CORS-safelisted request headers (en-US) são sempre permitidos e geralmente não precisam ser listados no cabeçalho Access-Control-Allow-Headers, listá-los de qualquer forma irá envolver as restrições adicionais que são aplicadas.

Access-Control-Allow-Headers: Accept

Exemplo de requisição pré-vôo

Vamos dar uma olhada em um exemplo de requisição pré-vôo envolvendo o cabeçalho Access-Control-Allow-Headers.

Requisição

Primeiro, a requisição. A requisição pré-vôo é uma requisição OPTIONS que inclui algumas combinações de três cabeçalhos de requisições pré-vôo: Access-Control-Request-Method, Access-Control-Request-Headers, e Origin, como por exemplo:

OPTIONS /resource/foo
Access-Control-Request-Method: DELETE
Access-Control-Request-Headers: origin, x-requested-with
Origin: https://foo.bar.org

Resposta

Se o servidor permite requisições CORS para usar o método DELETE, ele responde com um cabeçalho de resposta Access-Control-Allow-Methods, no qual lista DELETE junto à outros métodos suportados:

HTTP/1.1 200 OK
Content-Length: 0
Connection: keep-alive
Access-Control-Allow-Origin: https://foo.bar.org
Access-Control-Allow-Methods: POST, GET, OPTIONS, DELETE
Access-Control-Max-Age: 86400

Se o método requisitado não é suportado, o servidor irá responder com um erro.

Especificações

Especificação Status Comentário
Fetch
The definition of 'Access-Control-Allow-Headers' in that specification.
Padrão em tempo real Definição inicial

Compatibilidade com navegadores

BCD tables only load in the browser

Veja também