Introdução

Este tutorial guiará você no aprendizado de XUL (XML User Interface Language), que é uma linguagem multi-plataforma para descrever interfaces (usuário) de aplicações.

Este tutorial demonstrará a criação de uma interface simples de procura de arquivos, similar à provida pelo Sherlock do Macintosh ou o diálogo de procura de arquivos no Windows. Note que só será criada a interface do usuário, junto com algumas funcionalidades limitadas. A procura real por arquivos não será implementada. Uma linha azul aparecerá à esquerda de um parágrafo quando o diálogo de procura de arquivos tiver sido modificado. Você pode seguir através dessas sessões.

O que é XUL e por que foi criado?

XUL (pronouncia-se zúl, quase como azul - ou cool, em inglês) foi criado para tornar o desenvolvimento do navegador Mozilla mais fácil e rápido. É uma linguagem XML de modo que todas as características disponíveis para XML estão também disponíveis para XUL.

A maioria das aplicações precisa ser desenvolvida usando características de uma plataforma específica, o que torna a construção de software multi-plataforma cara e demorada. Isso pode não ser importante para alguns, mas usuários podem desejar usar uma aplicação em outros dispositivos tais como computadores de mão.

Um número de soluções multi-plataformas foi desenvolvido no passado. Java, por exemplo, tem portabilidade como um ponto chave. XUL é um projeto de linguagem semelhante especificamente projetado para a criação de interfaces de usuário portáteis.

É levado um longo tempo para construir uma aplicação, mesmo para uma só plataforma. O tempo necessário para compilar e depurar pode ser longo. Com XUL, uma interface pode ser implementada e modificada rápida e facilmente.

XUL tem todas as vantagens de outras linguagens XML. Por exemplo, XHTML ou outras linguagens XML tais como o MathML ou o SVG podem ser inseridas nela. Além disso, texto apresentado com XUL é facilmente localizável, o que significa que pode ser traduzido para outros idiomas com pouco esforço. Folhas de estilo podem ser aplicadas para modificar a aparência da interface de usuário (como os skins ou características de temas no WinAmp ou alguns gerenciadores de janelas).

Que espécies de interfaces para usuário podem ser feitas com XUL?

XUL provê a capacidade de criar a maioria dos elementos encontrados em interfaces gráficas modernas. É genérico o suficiente para que possa ser aplicado às necessidades especiais de certos dispositivos e poderoso o suficiente para que desenvolvedores possam criar interfaces sofisticadas com ele.

Alguns elementos que podem ser criados são:

  • Controles de entrada tais como caixas de texto e de checagens (textboxes e checkboxes)
  • Barras de ferramentas com botões ou outros conteúdos
  • Menus em uma barra de menus or menus flutuantes (pop ups)
  • Diálogos organizados em abas
  • Árvores para informação hierárquica ou tabular
  • Atalhos de teclado

O conteúdo exibido pode ser criado a partir de arquivos XUL ou com dados vindos de uma fonte de dados (datasource). No Mozilla, tais fontes de dados incluem uma caixa de correios de usuário, seus marcadores e resultados de buscas. O conteúdo de menus, árvores e outros elementos pode ser habitado com esses dados, ou com seus próprios dados supridos por um arquivo RDF.

O conteúdo XUL pode ser lido de um arquivo local ou de um site remoto. Pode também ser empacotado em um instalador que o usuário copie através de download e instale. Este último método dá à aplicação privilégios adicionais, tais como leitura de arquivos locais e modificação das preferências do usuário.

XUL é atualmente armazenado em arquivos com a extensão .xul. Você pode abrir um arquivo XUL com o Mozilla tanto como com qualquer outro arquivo, usando o comando Abrir Arquivo do menu Arquivo ou escrevendo a URL na barra de endereços.

Quando lendo conteúdo XUL de um site remoto, você deve configurar seu servidor web para enviar arquivos XUL com o tipo de conteúdo 'application/vnd.mozilla.xul+xml'.

O que preciso saber para usar este tutorial?

Você precisa ter um conhecimento de HTML e um mínimo de conhecimento básico de XML e CSS. Aqui estão algumas normas para manter em mente:

  • Todos os elementos e atributos XUL precisam ser escritos em caixa baixa (todos minúsculos), visto que XML é sensível à caixa (diferente de HTML).
  • Valores de atributo em XML devem ser colocados entre aspas, mesmo que sejam números.
  • Arquivos XUL são usualmente divididos em quatro arquivos, um deles para esboço e elementos, para declarações de estilo, para declarações de entidade (usadas para localização) e para scripts. Adicionalmente, você pode ter arquivos extra para imagens ou para dados específicos da plataforma.

XUL é suportado no Mozilla e em navegadores baseados nele, tais como o Netscape 6 ou posterior e Mozilla Firefox. Devido a várias mudanças na sintaxe XUL através do tempo, você deverá pegar a última versão para os exemplos funcionarem corretamente.

Categorias

Interwiki Language Links

Document Tags and Contributors

Contributors to this page: Verruckt, Leandro Mercês Xavier
Last updated by: Verruckt,